quarta-feira, 8 de julho de 2009

Presidente Dutra (MA) - Discussão em bar termina em espancamento e morte.

Violência em cidade do interior do Maranhão. Uma discussão durante bebedeira em um bar terminou em morte no Bairro Camboa, na madrugada de sábado 04/07. Gerson Raimundo do Desterro, de 41 anos, que morava na Rua do Marajá, s/n, naquele bairro estava bebendo com ‘amigos’ quando, de repente surgiu uma discussão por motivos banais.

Em meio à discussão por motivo fútil, que descambou para agressão física, ele foi espancado brutalmente. Socorrido por populares, Gerson foi levado para o Hospital Universitário Presidente Dutra (HUPD), onde acabou morrendo em consequência dos traumas. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) às 14h20 e, segundo o irmão dele, Márcio Nonato Vieira, que tratou da liberação do cadáver, seus familiares desconhecem os motivos do homicídio e a identidade dos autores do espancamento que o levou à morte.

4 comentários:

eudinojr disse...

É sempre assim a violência em municípios vizinhos como Governador Eugênio Barros - MA. Bandidos matam e queimam as vitimas roubam carros e motocicletas, e a policia prende, mas logo é solto por falta de provas é difícil provar geralmente as vitimas são queimadas não tem como provar é crimes efetuados em vicinais onde as vitimas são funcionários públicos vitimam de perseguição politica foram deslocados de sua localidade e contratados outras pessoas para assumirem seu local de origem e assim se tornaram vitimas tantos de políticos como bandidos, finalmente é esta a democracia do nosso País.
E bandidos comemoram por três dias com foguete e bebidas alcoólicas a saída da prisão e dizem são inocentes, e que alegam, os veículos que venderam todos tem documentos, e as pessoas que eram donos dos veículos venderam e compraram o dinheiro de produto inflamável para se queimarem ou precisa de uma prova mais concreta esperar que a ressuscitem para prestarem depoimentos que a criminem.

eudinojr disse...

É sempre assim a violência em municípios vizinhos como Governador Eugênio Barros - MA. Bandidos matam e queimam as vitimas roubam carros e motocicletas, e a policia prende, mas logo é solto por falta de provas é difícil provar geralmente as vitimas são queimadas não tem como provar é crimes efetuados em vicinais onde as vitimas são funcionários públicos vitimam de perseguição politica foram deslocados de sua localidade e contratados outras pessoas para assumirem seu local de origem e assim se tornaram vitimas tantos de políticos como bandidos, finalmente é esta a democracia do nosso País.
E bandidos comemoram por três dias com foguete e bebidas alcoólicas a saída da prisão e dizem são inocentes, e que alegam, os veículos que venderam todos tem documentos, e as pessoas que eram donos dos veículos venderam e compraram o dinheiro de produto inflamável para se queimarem ou precisa de uma prova mais concreta esperar que a ressuscitem para prestarem depoimentos que a criminem.

Anônimo disse...

Esse RAPAZ EUDNOJO É MUITO É DO MENTIROSO..EM EUGENIO BARROS NÃO ACONTECEU ISSO..LEVARAM DE PRESIDENTE DUTRA PRA LÁ OS MORTOS..NÃO DIVULGUE MENTIRAS...

Anônimo disse...

Vc n sab b nd

Rede Social

E-mail: falecom.portalbrasil@gmail.com

MSN Online: portal_brasil@hotmail.com

Twitter: http://twitter.com/Portal_Noticias

Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=1174902884802331524